terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Sobre o Destino...


"{...} Os mais velhos tentaram ensinar-lhe que o Destino podia ser adiado - às vezes por um ano ou século, em virtude da ação de seu irmão perverso, o Acaso - entretanto, ele não podia ser alterado. A forma como o destino dos indivíduos se desdobrava não podia ser vaticinada. Talvez suas histórias fossem mais longas,
com participantes inesperados; não obstante, mais cedo ou mais tarde, elas seguiam os cursos que deviam tomar. {...}"

{Trecho do Livro: Transgressões - Uzma Aslam Khan (página 25)}

Um comentário:

MS disse...

MAKTUB.....
Não se pode nunca fugir do nosso destino.....
Beijos.