terça-feira, 29 de setembro de 2009

Balzac



"É tão absurdo dizer que um homem
não pode amar a mesma mulher toda a vida,
quanto dizer que um violinista precisa de
diversos violinos para tocar a mesma música."