domingo, 21 de março de 2010

A Fábula do Porco-Espinho



Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então precisavam fazer uma escolha:
Ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.

Moral da História

O melhor do relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e admirar suas qualidades.

2 comentários:

Bandys disse...

A Imagem é linda!!

O texto nem se fala!



Vim te trazer um presente...
Não repare o volume...
Pois é pequenino...
É uma pequena caixa...
Muito bonita...
Feita no pensamento pela imaginação...
Foi grandiosamente decorada pelo desejo...
E embalada pela gratidão...
Nela coloquei...
Aroma das flores...
Um pedacinho do céu...
Sorriso de uma criança...
Um punhadinho da brisa da manhã...
Uma pitadinha de luz...
E uma linda canção...
Coube também um abraço apertado...
E um beijinho em seu lindo coração...


Beijos

EU SOU NEGUINHA disse...

Nossa essa mensagem é maravilhoso...tão bom seria se todos se respeitassem assim
Beijos