sábado, 26 de março de 2011

A doação de medula óssea



Fui convidada pela amiga, Tatiana do blog:

http://plantandoamor.blogspot.com/

para divulgar essa Campanha.

A doação de medula óssea,
um gesto de amor que pode salvar vidas!



Para ser um doador, além da sua vontade, é preciso ter entre 18 a 55 anos e estar com boa saúde (diabéticos e hipertensos também podem doar) e não há peso mínimo como para os doadores de sangue.

Através de uma pequena amostra do seu sangue (5 ml) são realizados testes que determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre doador e paciente. Verificada a compatibilidade só aí o doador é convocado para fazer a doação.

Muitos imaginam que retiram toda nossa medula, mas na realidade é extraído menos de 10% (e ela recompõe-se rapidinho, em torno de 15 dias).

Há duas formas de coleta: pode-se retirá-la através de uma agulha inserida próximo à bacia, ou ainda pela veia, depois de ingerida uma medicação que faz as células da medula migrar para o sangue periférico.

Para o doador, a doação será apenas um incômodo passageiro, mas para o paciente, será a diferença entre a vida e a morte.



Fontes de pesquisa para elaboração do texto:
www.inca.gov.br
www.terraespiritual.locaweb.com.br


2 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada por tb estar divulgando essa Campanha...

beijooo.

Wolly disse...

Esse post tem uma grande importãncia. eu divulgarei


check-matte.blogspot.com

siga! comente! divulgue!